No cair da noite 

Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir seus passos se aproximando de mim
Debaixo da árvore 
E nossas mãos se entrelaçavam como se fosse uma só 
Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir seu abraço aconchegante
E nele se fazia a minha morada, meu refúgio para os dias ruins 
Podia sentir as batidas do seu coração, que fazia o tempo parar
Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir seu sorriso, e a forma que sorria para mim
Sentia seu olhar no meu, e toda a sinceridade e paz 
A paz que acalmava 
Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir você perguntando como eu estava
e a maneira como você prestava atenção nos detalhes conforme eu contava 
Podíamos conversar sobre tudo, ou nada
Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir sua respiração, e como ela ficava ofegante cada vez que eu te tocava
Eu podia sentir cada parte do seu corpo 
Enquanto você sentia o meu 

Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir o tempo parar 
Todos os segundos no ar 
E eu não queria parar, a gente não conseguia parar 
Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir o seu beijo
Tão lento, tão intenso, tão nosso
Eu sentia os seus lábios e a maneira como eles se encaixavam nos meus 
Quando a noite caía 
Eu ainda podia sentir você 
E como você fazia eu ser tão eu, tão viva, tão iluminada 
Éramos nós, no nosso lugar. 

Cinco anos

affection afterglow backlit blur

Tantos anos passados

Até chegarmos aqui

Tantos caminhos cruzados

Até nos encontrarmos aqui

Tudo deu certo, por linhas tortas

Por isso estamos aqui

Encontro ao acaso

Ou o destino nos encontrou?

Nos esbarramos tantas vezes

E só agora você me achou

Onde você estava todo esse tempo

Que nunca me procurou?

Você chegou bem na hora

Pra nunca mais ir embora

Me conquistou de uma forma

Que eu só quero você

Um toque, um olhar

Um beijo, um acariciar

Seu cheiro está em mim agora

Eu te quero toda hora

Meu coração é todo seu.
(só seu)

 

Poemas guardados

pexels-photo-1738623.jpeg

Tudo aconteceu tão rápido

Ontem eu era um alguém que o meu hoje não reconhece mais

O ontem não existe
Deixei para trás tudo que me prendia de ser eu mesma
Tudo que me acorrentava nas paredes do meu corpo
Joguei fora tudo que meu organismo não aceitava mais
Tudo que fazia meu coração parar de bater
Tudo que fazia meu coração bater devagar demais
Tudo que me fazia parar no meio da estrada e esperar por qualquer carona
Não quero mais nada que me jogue no fundo do poço
Nada que me faça esquecer de mim
Nada que me deixe pra trás
Nada que me deixe de lado
Nada que faça minhas lágrimas caírem sem parar

num vazio tão grande
que eu pare de sentir
o verdadeiro sentido de existir.

 

O que eu desejo a você

Que você encontre alguém Que te dê vontade de viver Que te dê sorrisos Que te dê abraços que toquem seu coração E sua alma Que te faça mudar, sempre pra melhor Alguém que te queira bem, independente qualquer coisa Alguém que olhe pra você e te enxergue pela pessoa que você é, e não só transparece ser pela pessoa que está dentro de você Que você encontre alguém que veja seus defeitos e te ajude a melhorar, a se superar A cada dia Quero que você encontre alguém que te queira mais que tudo, que te veja mais que todos Alguém que te dê a mão e te ajude a caminhar quando o caminho for longo demais, difícil demais Alguém que torne tudo mais fácil Quero que você encontre alguém que sinta por você o que ninguém jamais conseguiu sentir Alguém que seja amor.

Seus olhos

Que olhos bonitos você tem, menina. Não parece que já passou por tanta coisa. Não parece que aqui já passou uma história que te deixou tão triste. Que olhos bonitos você tem, menina. Não parece olhar tão distante e pensar na vida, nas distrações e problemas, nas grandezas e poemas, nas infinidades que a vida dá. Não parece olhar por dentro da nossa alma, preencher esse vazio, ter esse gosto tão fino, tão doce e peculiar. Você olha longe, menina. Por que nunca chega lá? Por que pensa que nunca vai alcançar? E quando chegar, você vai ficar? Não pode desistir, nem contrariar. Esses seus olhos bonitos, menina, tão cheios de vida, me conta o quanto você já sofreu, o quanto você sorriu e viveu, e o quanto você quer viver. Você quer viver, menina?

Carolina Ferreira 12/01/2019 20:24