Poemas guardados

pexels-photo-1738623.jpeg

Tudo aconteceu tão rápido

Ontem eu era um alguém que o meu hoje não reconhece mais

O ontem não existe
Deixei para trás tudo que me prendia de ser eu mesma
Tudo que me acorrentava nas paredes do meu corpo
Joguei fora tudo que meu organismo não aceitava mais
Tudo que fazia meu coração parar de bater
Tudo que fazia meu coração bater devagar demais
Tudo que me fazia parar no meio da estrada e esperar por qualquer carona
Não quero mais nada que me jogue no fundo do poço
Nada que me faça esquecer de mim
Nada que me deixe pra trás
Nada que me deixe de lado
Nada que faça minhas lágrimas caírem sem parar

num vazio tão grande
que eu pare de sentir
o verdadeiro sentido de existir.

 

Anúncios

Autor: Carolina Ferreira

23 anos, Rio de Janeiro, aspirante a escritora, professora e sonhadora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s