Depressão 

​Você acorda

Você acorda e se olha

Você se olha, mas não se vê.

Você vê qualquer coisa

Qualquer coisa menos você.

Você acorda

Você acorda mas não reage

Você reage mas seu corpo

Não segue sua reação.

Você acorda

Você acorda e olha a hora

A hora passa e você fica

Você fica ou você vai

Você sabe que não dá mais.

Você acorda

Você acorda mas quer dormir

Você dorme e tem pesadelos

Dos dias que ficaram pra trás.

Você acorda

Você acorda e pede ajuda

Você pede ajuda e ninguém te vê

Você olha pro mundo e 

o mundo não olha pra você

Você acorda

Você acorda e você pisa

Você pisa mas não sai do chão

E é no chão que você fica

Você fica

Você acorda

Você acorda e sente dor 

Você sente dor mas não sabe o que dói

O que dói?

Você acorda

Você acorda e sua cama te chama

Te chama e você vai

Você não sai

(E torce pra ninguém notar que você ficou).

E se?

E então, me diz
E se hoje fosse nossa
última chance?
Me diz, então, o que
você faria
Se não tivesse mais
chances de se
despedir?
Se não pudesse mais
viver, se não pudesse
mais sentir
O que você faria
Se essa fosse a última
vez que estivéssemos
aqui?
E se tudo o que temos
a nossa volta
Simplesmente
Parasse de existir?
Me diz
Se a nossa canção
parasse de tocar?
E se o sol parasse de
brilhar?
Me diz então
E se eu não pudesse
mais ficar?
Como todo sol que
nasce
E toda chama que
acende
Um dia irá se apagar
E aquela felicidade
Aos poucos irá acabar
Agora me diz, o que
você faria?

Vozes

animals-birds-black-and-white-190976

Enjaulados, presos

Somos pássaros

Sem asas
Estamos pedindo socorro

Mas ninguém pode nos ouvir

Tudo que ouvimos é o nosso próprio eco
Estamos gritando

Mas não temos vozes

Ninguém pode nos ouvir.
Precisamos achar saída

Nesse labirinto sem fim

Estamos pedindo socorro
Alguém pode nos ouvir?
São todos surdos, mudos

Somos todos cegos

Tudo que vemos é o nosso próprio reflexo

Ninguém pode nos salvar…

Saudade

beach-book-hand-1730560.jpg

Sinto saudade
De tudo que não foi vivido
De um mundo tão bonito
Que nunca existiu.
Sinto saudade
Das flores que não floresceram
Das pessoas que já morreram
Que eu nunca conheci.
Sinto saudade
Das amizades ainda não feitas
Das palavras ainda não ditas
Das paisagens mais bonitas
Que eu ainda não vi.
Sinto saudade
Do sorriso que não foi dado
Dos olhares desviados
Dos abraços apertados
Que eu ainda não senti.
Sinto saudade
Do adeus que não foi dito
Do amor ainda não sentido
De tudo que quero sentir.
Sinto saudade.

Sobre a série You: Amor ou obsessão?

2373131

VOCÊ já viu a série VOCÊ? VOCÊ está esperando o que?

A série lançou há pouco tempo, tem apenas 10 episódios e conta com Shay Mitchell, atriz que protagonizou a série Pretty Little Liars, além do ator principal Penn Badgley e Elizabeth Lail. 

Guinevere Beck (Elizabeth Lail) é uma aspirante a escritora, que vê sua vida mudar completamente ao entrar em uma livraria no East Village, onde conhece o charmoso gerente, Joe Goldberg (Penn Badgley). Assim que a conhece, Joe tem certeza de que ela é a garota dos seus sonhos, e fará de tudo para conquistá-la — usando a internet e as redes sociais para descobrir tudo sobre Beck. O que poderia ser visto como paixão se transforma em uma obsessão perigosa, uma vez que Joe não vai medir esforços para tirar de seu caminho tudo e todos que podem ameaçar seus objetivos.

Assista aqui o trailer da série You.

ALERTA DE SPOILER!

giphy.gif

A pergunta que eu faço agora é: por que tantas pessoas romantizam o Joe e a Beck juntos, achando um romance lindo (o que talvez seja), vitimizando o Joe por tudo que ele faz, como matar o ex da Beck (que apesar de ser um otário não merecia morrer), roubar itens na casa da Beck que por sinal ele invadiu, invadir a conta dela só pra saber toda a privacidade dela (oi???). Isso não é ciúmes, isso é doentio. Matar a amiga da Beck por ela não ser uma boa pessoa achando que está defendendo a Beck não é ajudar, é tirar dela o direito de responder por si mesma, é tirar dela o direito de viver. Literalmente ele tirou esse direito dela. Como alguém ainda pode dizer que o Joe é fofo? Misericórdia.

Enfim, migos, essa foi minha opinião sobre a série, se vocês gostarem, me mandem sugestões de outras séries, filmes e livros que eu possa analisar.

Beijos

 

 

Autobiografia

Ela é tão nova E tem os sonhos do mundo inteiro no coração Quanta emoção! Chora por tudo, ama tudo que vê de bonito Menina encantada, menina que encanta Todos ao seu redor Mas ela é sozinha Tem poucos amigos, mas o suficiente. Essa menina quer ser independente, aos nove anos quer ser bióloga, cuidar dos animais, cuidar de todos Pra ajudar os pais ela busca emprego Ela trabalha, ela estuda Ela se apaixona… Tantas vezes que perde as contas Amores frustrados, mal amados, mal terminados, maus amores Ela só quer ser feliz Ela só quer ser amada Então termina os estudos, começa uma carreira, em busca de um sonho Trabalha cada vez mais Estuda também Ela se cansa, mas não para Ela está triste, mas não fala Chora escondido pra ninguém ver Do que essa menina tem medo? Ela tem medo de ser feliz Ela tem medo de tudo Ela tem medo do mundo Mas arrisca pra ser Ser alguém Ser além do que deseja ser Ela não quer só ser. Quer ajudar, quer batalhar, quer alcançar tudo aquilo que sonha. Essa menina sonha. Quer viajar, quer se casar, quer festejar, quer se cuidar. Essa menina não sabe festejar. Tem medo de sair, e de dançar Tem medo de arriscar. Mas todo dia ela fala pra si mesma: Coragem, coragem. Coragem! Ela não pensa positivo Perde o namorado Vai mal nos estudos Desmoronada. Essa menina está perdida, sem rumo, não sabe o que fazer Ela tem vergonha que o mundo a veja assim, ela tem vergonha ser assim Ela tem vergonha de ser! Coragem, menina, o mundo precisa te ver!